Coragem para Tomar Decisões

Nossas vidas são feitas de inúmeras possibilidades e precisamos fazer escolhas. Produzi este vídeo para inspirar-te a tomar suas decisões com coragem e sabedoria.

Acredite no Amor
e Viva o seu Melhor!!
Pâmi Garcia

Comments

  1. pamigarcia says

    Querida Mayara,
    a primeira coisa para se superar uma traição é acreditar que ela aconteceu. Só assim a aceitação se faz possível. Você precisa perceber que: aconteceu e ponto. É triste, é doloroso, eu sei… mas, é preciso lembrar-se das forças que você carrega aí dentro de você!!!

    Esquecer, minha querida leitora, não se esquece. Não é possível deletar algo de nossa memória, exceto em casos de amnésia. Então, não vá por este caminho… não perca tempo e energia tentando esquecer, não é por aí.

    O que você e seu noivo precisam é se perdoar de verdade!
    E você deve refletir sobre uma coisa importante: podemos aprender com nossos erros! Se ele reconhece o erro e se esforça para não mais cometer, é muito provável que esse episódio jamais se repita na vida de vocês.

    Unam-se! Deêm as mãos nesse momento e trabalhem juntos para tornar o relacionamento ainda melhor que era antes!! Eu acredito que é possível! Você acredita??

    Veja:

    http://pamigarcia.com/2011/12/8-passos-para-voltar-ser-feliz-depois.html

    http://pamigarcia.com/2011/09/como-esquecer-um-relacionamentotraicao.html

    http://pamigarcia.com/2011/12/como-esquecer-uma-traicao.html

    Recomendo também que se torne assinante Unidarma, vai te ajudar a encontrar o seu poder pessoal e seu equilíbrio interior:
    http://cursodoamor.com

    Acredite no amor
    e viva o seu melhor!!!
    28 de dezembro de 2011 18:57

  2. Karine disse... says

    Noooossa coragem ‘e tudo q me falta!
    Moro na Holanda,sou casada a 2 anos e conheco meu esposo 6,temos um filho!
    Mas a mais de 1 ano!Isso sim,logo depois do casamento as coisas mudaram,ele me bate,me xinga,me desrespeita,eu quero deixar essa vida,mas nao tenho coragem,tenho medo de que eu tenha q voltar para o Brasil sem meu filho,nao tenho ninguem aqui por mim,nao sei como fazer pra largar esse peste da minha vida
    11 de dezembro de 2011 10:36

  3. Anônimo disse... says

    oi eu e meu noivo temos 4 anos de namoro e numa discuçao nos falamos que um tinha traido o outro,nos tentamos nos perdoar e continuar a relaçao mas nunca esquecemos que um traiu o outro,e agora eu desconfio de tudo e nao acredito em nada,mas eu amo ele muito,e ele tambem me ama mas estamos sofrendo muito com tudo isso,o que eu faço para esquecer eu sei que tambem fui errada mas nao consigo acreditar que isso realmente aconteceu!!! mayara
    29 de novembro de 2011 11:40

  4. pamigarcia says

    Pâmi Garcia disse…
    Querida Anônima,
    eu sei que você vai superar! Trabalhe sua autoestima: se você não queria mais que bom que tudo ocorreu bem, já pensou se ele ficasse magoado e ferido? Seria um problema ainda maior, você ficaria com sentimento de culpa… Se ele não perguntou o porque isso não tem nada a ver com você, não quer dizer que você não seja uma mulher maravilhosa. Pode ser que ele não tenha se envolvido, assim como você também não se envolveu, pode ser que ele tenha ficado sem reação, ou que seja machão demais para admitir a dor da perda… não sabemos e nunca saberemos provavelmente. O que importa é o que você pensa de você!!

    Lembre-se: você é maravilhosaaa!!!!!!

    Abraços!!!
    28 de outubro de 2011 10:41

  5. Anônimo disse... says

    Hoje terminei uma relação que começou em fevereiro desse ano, desde o inicio eu vi que não era o que queria, mas fui ficando, e cada dia me angustiava mais por não ter coragem de terminar, ensaiei várias vezes dizer que não dava mais certo, mas na hora não tinha coragem.Até que resolvi terminar, sempre que saia com ele me sentia mal depois,uma sensação de ser usada e não ter coragem de parar, por medo de ficar só.Tá doendo muito,pela frieza dele em aceitar numa boa,sem nem perguntar o motivo.Tenho fé que vou superar.
    26 de outubro de 2011 01:09

  6. Conceitus de Beleza disse... says

    O medo de tomar decisões está relacionado ao medo do desconhecido. Na maioria das vezes o desconhecido revela boas surpresas. Em questões afetivas, não se pode empurrar com a barriga, por assim dizer, e protelar a decisão, mesmo por que o tempo passa. As vezes pensamos no que podemos perder hoje, e esquecemos que poderá ser muito maior o prejuizo futuro por que a idade chega, e a frustração por não ter decidido algo importante vem junto.
    21 de fevereiro de 2011 15:01

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>